Federação Nacional dos Sindicatos de Empresas de Recursos Humanos, Trabalho Temporário e Terceirizado

  • FILIE-SE
    FILIE-SE
    Representatividade empresarial levada a sério

  • JORNAL DA FENASERHTT

    Conteúdo informativo e atualizado para empresas

  • EVENTOS E PALESTRAS

    Acompanhe o calendário de eventos e participe

  • CONVENÇÕES COLETIVAS

    Saiba o que está em negociação pelas categorias representadas pela Fenaserhtt

TST julga possibilidade de trabalhadores acumularem adicionais
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

TST julga possibilidade de trabalhadores acumularem adicionais

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) está a um voto de definir uma questão de grande impacto financeiro para alguns setores empresariais: a possibilidade de o trabalhador receber dois adicionais, o de insalubridade e o de periculosidade.

Setor de serviços cresce 0,8% no mês de julho, segundo IBGE
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Setor de serviços cresce 0,8% no mês de julho, segundo IBGE

O setor de serviços no Brasil cresceu 0,8% no mês de julho com relação ao mês anterior, informou nesta quinta-feira (12) o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em divulgação de sua pesquisa mensal.

TST proíbe juiz de homologar acordo parcial entre empregado e patrão
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

TST proíbe juiz de homologar acordo parcial entre empregado e patrão

O TST (Tribunal Superior do Trabalho) decidiu pela primeira vez contra a chamada homologação parcial de um acordo extrajudicial. A modalidade permite ao trabalhador aceitar apenas parte do acordo com o empregador.

Governo revisa alta do PIB de 2019 de 0,81% para 0,85%
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Governo revisa alta do PIB de 2019 de 0,81% para 0,85%

O governo revisou a projeção de crescimento da atividade econômica brasileira neste ano de 0,81% para 0,85%. A nova estimativa foi divulgada pelo Ministério da Economia nesta terça-feira (10).

Impacto da reforma da Previdência após alterações fica em R$ 876,7 bi, diz Marinho
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Impacto da reforma da Previdência após alterações fica em R$ 876,7 bi, diz Marinho

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, apresentou a senadores um cálculo apontando que, após as alterações na reforma da Previdência pela Casa, a economia fiscal com as mudanças cai para R$ R$ 876,7 bilhões em dez anos.

Para crescer e gerar empregos (Opinião - Governadores do Sul e do Sudeste)
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Para crescer e gerar empregos (Opinião - Governadores do Sul e do Sudeste)

O Brasil vive um momento de transformação que exige reformas estruturais no plano federal e medidas econômicas essenciais ao equilíbrio fiscal da União, dos estados e dos municípios.