Federação Nacional dos Sindicatos de Empresas de Recursos Humanos, Trabalho Temporário e Terceirizado

Sai o primeiro empréstimo 'simples' , com juros de 3,5% - Valor Econômico

Dona de uma pequena confecção, Karolina Duarte precisava de R$ 10 mil no ano passado para expandir seu negócio. Conseguiu crédito bancário, mas a taxa de juros era proibitiva, 7% ao mês. Desistiu. Na semana passada, porém, a microempresária finalmente levantou o empréstimo que buscava e não foi em nenhum banco.

Conseguiu na recém-inaugurada Simple Credit, uma empresa simples de crédito (ESC). Vai pagar em doze parcelas, com juros de 3,5% ao mês, metade do que pagaria ao banco. Foi a primeira operação feita no Brasil nessa modalidade, criada por lei sancionada no fim de abril, cuja finalidade é aproximar investidores pessoa física de pequenos empresários que precisam de crédito.

As ESCs não serão instituições financeiras reguladas pelo Banco Central, mas todas as suas operações terão de ser validadas em uma câmara registradora, para reduzir riscos do sistema. Elaine Ferri, dona da Simple Credit, viu na ESC a oportunidade que buscava para investir suas economias. Ela e um sócio deram entrada na papelada para fundar a Simple no dia seguinte ao da publicação da lei. Seu público-alvo serão empresas como a de Karolina, que despertam pouco interesse das grandes instituições financeiras e têm dificuldade de acesso ao crédito. 

Últimas Notícias